ENSINO SUPERIOR REAJUSTE SALARIAL É DE 6,37%

Além do Aumento Real benefícios inéditos são conquistados:
24% de PLR e Vale Refeição

No Ensino Básico as negociações estão indefinidas.

Clique Aqui e saiba mais...


Convenção Coletiva de Trabalho 2014

ESTABELECIMENTOS DE ENSINO SUPERIOR - SEMESP
Vigência: a partir de 1º de Março de 2014

Coforme a Convenção Coletiva de Trabalho de 2013/2015, ficam assegurados, aos AUXILIARES DE ADMINISTRAÇÃO ESCOLAR DE SÃO PAULO do ENSINO SUPERIOR, diversos direitos dentre os quais destacamos:

Clique Aqui para ver os principais benefícios


CONHEÇA OS BENEFÍCIOS OFERECIDOS PELO SAAESP!

Mais do que apenas negociar nossas convenções coletivas de trabalho, que nos garantem diversos benefícios, o SAAESP trabalha diariamente para melhorar a vida de todos os integrantes da categoria, de diversas formas.

Clique Aqui e conheça todos os benefícios


Contribuição Assistencial de 2014

TRABALHADORES NO ENSINO SUPERIOR

Após longa e exaustiva negociação com o sindicato patronal, encerrada somente em 2014, firmamos mais uma Convenção Coletiva de Trabalho, mantendo direitos já existentes (bolsa de estudos, plano de saúde, estabilidades provisórias, cesta básica e outros) e assegurando novas conquistas (aumento real, pagamento de PLR/Abono Especial e concessão de Vale-Refeição).

Clique Aqui e saiba mais...


Contribuição Assistencial

SIEEESP (Educação Infantil - Ensinos Fundamental, Médio, Técnico-Profissionalizante - Cursos Pré-Vestibulares - Cursos Livres): Clique Aqui para imprimir o boleto para pagamento da Contribuição Assistencial se a Escola já estiver cadastrada no SAAESP.


Caso a Escola não esteja cadastrada, por favor, entre em contato com o SAAESP através do telefone (11) 3222-2299 ou Clicando Aqui!!!


AS PERDAS DO FGTS EM RAZÃO DA APLICAÇÃO DA TR: TRABALHADORES PODEM CONQUISTAR REPOSIÇÃO DE ATÉ 88,3%.

Prezado Trabalhador,

Nos últimos meses, vem recebendo destaque na imprensa a questão de nova correção do FGTS, desta vez em função da aplicação da TR (Taxa Referencial).
A (TR) é o índice que determina a correção do FGTS. O fato é que a partir de 1999 o Governo passou a manipular os dados da TR, tornando-a inferior a qualquer índice de inflação.
Assim, gradativamente, o dinheiro dos trabalhadores no fundo foi deixando de ser corretamente corrigido, ficando defasado o saldo de todas as contas do FGTS, principalmente a partir de setembro/2012 quando o índice da TR chegou a zero.
A defasagem do saldo do FGTS que, segundo especialistas, pode chegar a absurdos 88,3% nos últimos 14 anos, levou várias entidades a ingressarem na Justiça com ações de cobrança da correção das contas, postulando que outro índice de correção seja aplicado no lugar da TR.
Os valores que cada trabalhador pode vir a receber, caso a Justiça reconheça o direito à correção das perdas, variam caso a caso, de acordo com (i) o período em que o trabalhador possui valores depositados no FGTS (ii) o valor do FGTS depositado mensalmente na conta de cada trabalhador.
Tem direito à revisão do benefício todo trabalhador com carteira assinada entre 1999 e 2013, mesmo que já aposentado, com contrato de trabalho já rescindido ou que efetuou saque autorizado, no período (ex. para aquisição de imóvel).
As ações podem ser movidas tanto de forma coletiva como individual, sendo esta última com a necessária contratação de advogado.
Por enquanto, as decisões de instâncias diferentes da Justiça estão divididas: algumas favoráveis à Caixa Econômica e outras aos trabalhadores, tendo o STF recebido ações de abrangência nacional.
Em razão deste ajuizamento de ações no STF, acrescido da recente decisão do STJ, que suspendeu todos os processos sobre a questão, até que aquele tribunal julgue a matéria, o Departamento Jurídico do SAAESP aconselha que cada trabalhador aguarde o posicionamento dos tribunais superiores de Brasília, aproveitando este período de espera para melhor estudar a questão e decidir o correto encaminhamento para a categoria, caso sejam favoráveis aos trabalhadores tais julgamentos.
Importante informar que com esta espera temporária, nenhum trabalhador será prejudicado, já que as decisões dos tribunais de Brasília serão aplicadas em todos os demais casos.

Aguardemos, então, o posicionamento do STJ e do STF sobre a questão.

Cordialmente,

SAAESP - Diretoria



Educação Infantil, Ensino Fundamental, Ensino Médio e demais (exceto Superior) PISO SALARIAL 2014 até 01/03/2014.

A partir de 01/01/2014 e até 01/03/2014, o piso salarial será de R$ 820,00 mensais (por 44h semanais de jornada).


FEPAAE PUBLICA BOLETIM INFORMATIVO

O SAAESP reconhece a importância da divulgação dos assuntos tratados no VI ENCONTRO DOS DOCENTES E AUXILIARES ADMINISTRATIVOS DO ESTADO DE SÃO PAULO e parabeniza a FEPAAE pela publicação do BOLETIM INFORMATIVO desse encontro, cuja excelência de elaboração nos surpreendeu.
Quer seja pelo registro de dados das palestras e debates, quer seja pelo registro de vários momentos do evento que foi realizado em São José dos Campos, dias 18 e 19 de outubro de 2013 e cujo tema principal foi ¿Mídias Sociais na Educação¿, esse BOLETIM se destaca por se constituir, por si só, uma riquíssima fonte de consulta, além da divulgação a que se propõe.


Clique na foto para ampliar


Colônia de Férias - Carnaval



MENSAGEM DE FINAL DE ANO DO SAAE-SP


Como é de praxe o SAAE-SP dedicou-se muito em 2013, pautado na vivência e na experiência de lutas sindicais, aos assuntos relacionados à valorização do profissional da Educação. Não poupou esforços para deflagrar negociações com os gestores de estabelecimentos de ensino aos quais se vinculam nossos trabalhadores.

Articular e organizar as reivindicações trabalhistas tem sido uma das nossas ações permanentes que, inclusive, objetiva incentivar a todos a exercer seus direitos, através de mobilização de forma consciente e organizada. Haja vista que, por todas as razões que implicam a luta dos trabalhadores por seus direitos, desde as condições históricas como as atuais, o SAAESP se vê na obrigação de assumir todas as tarefas necessárias para defender o nosso movimento e de nossos afiliados.

Defendemos o sindicalismo combativo e independente, que interage, reconhecendo as diferentes necessidades dos trabalhadores que representamos; regido pela mais ampla democracia em todos os níveis de organização, garantindo a todos ampla liberdade de expressão. De forma que os trabalhadores possam ser soberanos em suas decisões, não permitindo intromissão e restrições da classe patronal, dos partidos políticos, do governo; não compactuando com planos que firam seus interesses. Essa é a base para autênticas negociações, com franco diálogo entre classes.

Os desafios são muitos, mas, para 2014, renovamos nosso compromisso de continuar sendo uma entidade ativa e fiel representante da categoria. Através do incentivo à sindicalização dos que ainda não são sindicalizados, visamos a unidade da classe trabalhadora em torno de seus objetivos e anseios e, consequentemente, o fortalecimento de nossa luta.

Em 2014, portanto, continuaremos empenhados na luta para defender e consolidar direitos e conquistas; na busca incansável por melhores níveis salariais e melhores condições de trabalho.

Desejamos a todos Feliz Natal e Feliz Ano Novo.


Aviso para os Associados do SAAESP



Colônia de Férias 2013



VI ENCONTRO PROMOVIDO PELA FEPAAE DEBATE MÍDIAS SOCIAIS NA EDUCAÇÃO


O VI ENCONTRO DOS DOCENTES E AUXILIARES ADMINISTRATIVOS DO ESTADO DE SÃO PAULO foi realizado pela Federação Paulista dos Auxiliares de Administração Escolar nos dias 18 e 19 de outubro, tendo como sede o Comfort Hotel em São José dos Campos.

Abordando o tema central "Mídias Sociais na Educação" o evento contou com a participação de 157 pessoas - público recorde entre todas as edições, destacando os líderes sindicais e demais interessados na área. A troca de informações e percepções foi essencial para a formação e o debate, uma vez que as palestras permitiram essa interação.

Num momento em que nosso país está alcançando um novo patamar de acesso às tecnologias digitais de informação e comunicação, nos deparamos com as mídias sociais inseridas em práticas formativas na Educação. É, sem dúvida, um espaço que abre portas para uma aprendizagem colaborativa, à medida em que estimula a pesquisa e amplia a interação de alunos e professores na construção do conhecimento. E, os professores, mesmo os habituados ao mundo digital, precisam evoluir com a linguagem para conversar com alunos cada vez mais conectados.

Portanto, esse evento revelou-se muito importante para o público envolvido, que pode refletir sobre pontos diversos que envolvem a agilidade do mundo online versus mudanças na Educação.

A programação do Encontro foi intensa e dinâmica, iniciando os trabalhos no dia 18 de outubro com o palestrante Wilson Roberto Marcial que debateu o tema "Da Mecanografia à Internet - Origem e Evolução" seguido de "Mídias Digitais e Redes Sociais na Educação - Como Estabelecer Pontes", com a palestrante Marise Moreira Monteiro. No dia seguinte, 19 de outubro, contamos com a palestra "Redes Sociais On-line e suas Possibilidades na Educação", com o especialista Fernando Moreira e, ato contínuo, com a palestrante Paula Costa de Andrada, que abordou o tema "Dilemas de um Mundo Altamente Conectado". Encerrando as atividades, no período da tarde, o debate sindical versou sobre "Mobilizações Populares Frente à Crise Social - Causa e Efeito" e o "Movimento Sindical e as Mídias Sociais".

Na opinião do Presidente da FEPAAE, Oswaldo Augusto de Barros, a comunicação é tão importante quanto à decisão de celebrar uma Convenção Coletiva, por isso mesmo não pode ser vista como um gasto para os sindicatos, mas sim como um investimento na informação do trabalhador. Enfatiza, ainda, enfatizou que o Encontro, além de aprimorar e fortalecer as relações institucionais em uma ação proativa da FEPAAE com seus filiados - disseminando informações qualificadas - foi muito positivo para construir um plano conjunto que, de fato, represente os interesses da área educacional e das categorias representadas.

Em Encontro anterior ficou certo que a região de Guarulhos irá sediar o VII Encontro ficando o SAAE-Guarulhos e Região como anfitrião, o que foi reafirmado no VI Encontro.



MANIFESTO DO SAAESP - OS PROTESTOS DE JUNHO E O FUTURO DO BRASIL

Puxados por São Paulo, de repente estourou pelo país inteiro uma série infindável de protestos de rua, totalmente apartidários, pelos mais variados motivos: contra o aumento do preço das passagens de ônibus, metrôs e trens; contra a corrupção em todos os níveis e esferas do poder público; contra a péssima qualidade dos serviços de transporte, de saúde e de educação; contra a falta de segurança; contra os gastos públicos absurdos com a construção de estádios para as copas das Confederações (2013) e do Mundo (2014); contra a PEC 37 e outras tantas bandeiras.

Lamentavelmente, parte desses protestos, que até certa altura transcorriam pacificamente, descambaram para a violência com depredações, saques, interdição de estradas e de ruas, agressões e até mortes.

Apesar de perplexidade geral, sem saber os motivos exatos dos protestos, salta aos olhos, sem qualquer sombra de dúvidas, uma óbvia conclusão: o povo brasileiro está se cansando de ser desrespeitado pelos governos, pelos políticos e pelo judiciário.

É bom que nossas autoridades (integrantes dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, nos municípios, estados e união) levem muito a sério esses acontecimentos e comecem urgentemente um processo de correção de rumos,
combatendo sem tréguas a corrupção e o desperdício e melhorando, em muito, a qualidade dos gastos e dos serviços prestados à população.

O SAAESP apoia os protestos pacíficos e sugere que os integrantes das categorias que a compõem demonstrem sua cidadania participando dos mesmos, sempre de forma pacífica, deixando clara sua indignação pela atual situação do país.

Os protestos são legítimos, mas o bom senso deve prevalecer pois, afinal, todos sabem como esses movimentos de massa começam mas ninguém sabe como terminam.

É hora de mostrarmos a todos os governantes do Brasil que, como bem diz o nosso hino nacional, um filho teu não foge à luta!


SAAESP


Negociação Coletiva 2013 - Ensino Superior

Prezado trabalhador,

Prosseguem as negociações com o sindicato patronal do Ensino Superior (SEMESP), durante o mês de abril/13.

Este ano, lutamos pela manutenção das conquistas históricas já existentes (ex: bolsa de estudos e estabilidades) e pela inclusão de novos benefícios sociais (ex. PLR, vale-refeição e outros).

Contudo, para que não ficássemos vários meses aguardando o término das negociações, já será concedida a partir deste mês de março/13 uma antecipação salarial de 6,52%. (clique aqui)

Confira no seu holerite se você já recebeu este reajuste de 6,52% (a título de antecipação salarial)!

Mesmo com esta antecipação, o SAAESP seguirá negociando um reajuste salarial ainda maior (acima de 6,52%), além dos novos benefícios demandados.

Cordialmente,

A Diretoria


Reajuste salarial 2013 - SIEEESP - Educação Básica: educação infantil, ensino fundamental, ensino médio, ensino técnico-profissionalizante, Cursos Pré-vestibulares e demais.

Clique aqui e veja qual o reajuste que deverá ser concedido pelas ESCOLAS, além das demais conquistas da nossa Convenção Coletiva de Trabalho.


SIEEESP - Estabelecimentos de Ensino Básico: Infantil, Fundamental, Médio, Técnico-Profissional e demais.

Informações sobre a contribuição assistencial 2013:

Definido o reajuste salarial a ser aplicado a partir de 1º de março de 2013 (clique aqui e saiba mais), trazemos ao conhecimento de todos os trabalhadores algumas orientações sobre a contribuição assistencial de 2013:

PERCENTUAL TOTAL: 5% DOS SALÁRIOS REAJUSTADOS (COM LIMITE DE R$ 270,00)
FORMA DO DESCONTO: 05 PARCELAS DE 1% DO SALÁRIO, LIMITADAS A R$ 54,00 CADA.
INÍCIO DO DESCONTO: a partir da folha de pagamento de maio/13 (com recolhimento ao SAAESP até o dia 10 de junho/13)
DEMAIS INFORMAÇÕES, inclusive sobre o prazo e forma para a eventual manifestação de oposição (forma e prazo), clique aqui.

Importante: a contribuição assistencial é fundamental para a manutenção dos serviços médicos (diversas especialidades), odontológicos (diversas especialidades), jurídicos (trabalhista e previdenciário) e outros (colônia de férias, eventos esportivos e outros), oferecidos ao trabalhador associado e seus dependentes legais.

São milhares de atendimentos por ano!

Para saber como se associar (e usufruir de todos os benefícios), entre em contato através do fone 3222-2299 ou acesse o site www.saaesp.org.br.


Semestralidade

O valor da Semestralidade vigente a partir de janeiro de 2013 passa a ser R$ 54,00.


Valores para a Colônia de Férias

Valores vigentes a partir de janeiro de 2013:

Associado - R$ 20,00 a diária
Convidado - R$ 40,00 a diária

Informativos SAAESP - 2012

Sobre a Convenção Coletiva do Ensino Básico 2012

Convenção Coletiva SIEEESP : Educação Infantil - Ensinos Fundamental, Médio, Técnico-Profissionalizante - Cursos Pré-Vestibulares - Cursos Livres


Campeonato Society SAAESP 2012
Informações

O SAAESP iniciou a organização do Campeonato 2012, para maiores informações, por favor, entre em contato com a Secretaria do sindicato pelo telefone: 3222-2299.

Contribuição Assistencial – 2012

Informações sobre a Contribuição Assistencial 2012 - SIEEESP

Informações sobre a Contribuição Assistencial 2012 - SEMESP


Informativos SAAESP - 2012

Sobre a Convenção Coletiva do Ensino Superior 2012


REAJUSTE SALARIAL: ENSINO SUPERIOR

Conforme determinação da cláusula 5ª da Convenção Coletiva de Trabalho 2011/2013 fica estabelecido o aumento de 5,30% nos salários devidos em 1º de março de 2012.

Em 1º de agosto de 2012 deverá ser concedido novo aumento, de mais 1,60%, a título de aumento real, conforme cláusula 5ª, § 2º da CCT 2011/2013, totalizando 6,90% de reajuste em 2012.



REAJUSTE SALARIAL: ENSINO FUNDAMENTAL, BÁSICO, MÉDIO E DEMAIS

Seguem as negociações com o sindicato patronal, para definição do reajuste salarial de 2012, aos trabalhadores dos estabelecimentos de ensino fundamental, básico, médio e demais.

Tão logo tenhamos a definição do % de reajuste, informaremos a todos.



Piso Salarial - Educação Infantil, Ensinos Fundamental, Médio, Técnico–Profissionalizante, Cursos Pré-Vestibulares e Demais

A partir de 1º de janeiro de 2012, o piso salarial dos auxiliares destes segmentos de ensino passa a ser de R$ 622,00.

Em 1º de março de 2012, data-base da categoria, será definido o novo valor do piso salarial, na negociação coletiva já em curso com o sindicato patronal.

Tão logo o novo valor esteja definido, será divulgado para a categoria.



Orientações sobre o novo Aviso Prévio

ORIENTAÇÕES SOBRE A LEI 12.506/11 (AVISO PRÉVIO)


Mantenha contato

Telefone: (11) 3222-2299

Fax: (11) 3223-0968

E-Mail: saaesp@saaesp.org.br

Fale Conosco pelo Site.

Endereço:
Avenida São João, 1086 - Conjuntos 507 / 511
CEP : 01036-903 - Centro
São Paulo / SP

Horário de atendimento da Secretaria:
De 2ª à 6ª feira, das 9:00 às 19:00 hs.

Horário de atendimento da Departamento Jurídico:
De 2ª à 6ª feira, das 9:00 às 13:00 hs e das 17:00 às 19:00 hs.